quinta-feira, 9 de julho de 2009

Maioridade Penal (parte 2/5)

Sempre que aparecem notícias sobre menores cometendo crimes hediondos ou mesmo os crimes de furto, roubo e agressão, temos a impressão de que a delinquência juvenil é onipresente. Este post eu quero apresentar números apenas. Os dados são referentes ao Brasil de diferentes fontes. Referem-se a anos entre 2004 e 2007(não vou listar pela preguiça). Vamos a eles:

- De cada 100 crianças entre 0 e 14 anos, 75 vivem em famílias com renda "per capita" é menor que meio salário mínimo, ou seja menor que 230reais.
- A cada dia são assassinados aproximadamente 50 pessoas entre 15 e 24 anos de idade. Destes 85% são negros e 94% são homens.
- Temos uma população carcerária de 1/2 milhão de pessoas. A maioria tem entre 18 e 30 anos. A imensa maioria tem baixa escolaridade e é negra.
- São mais de 15 mil jovens, entre 15 e 18 anos, apreendidos pelo estado, sob Medidas Socioeducativas de Privação de Liberdade.
- Menos de 1% dos crimes hediondos (homicídio, latrocínio, sequestro...) e menos de 3% dos crimes violentos são cometidos por menores de idade.
- Menos de 8% de todos os crimes são cometidos por menores de idade. Boa parte desses crimes é vinculado a atividades de tráfico(mão de obra barata dos traficantes) e outra maior ainda é por porte de arma.
- É cada vez maior a incidência de jovens de classe econômica alta envolvidos com agressões, tráfico e roubo.

Em contrapartida:

- Mais de 80% dos brasileiros admitem a redução da Maioridade Penal com variações entre as opinião sobre o limite.
- Metade dos brasileiros admitem a Pena de Morte.
- A maioria dos brasileiros concordam com a afirmação de que o Combate a Violência se faz com Emprego e Educação.
www.malvados.com.br

7 comentários:

samu disse...

Educacao eh o nome da solucao .
1 - O povo com uma educacao escolar poderia saber escolher melhor seus representantes desde a cidade ate no mais alto do pais que seria o presidente.
2 - Educacao familiar teria seu impacto no sentido de muito jovens sem problemas financeiros entrar na vida delinquente .Muitos pais nao lembram q tem filho , ou seja , vivem para o trabalho e acham q pagando a mensalidade escolar e colocando a comida em casa jah esta de bom tamanho , esquecendo q a formacao do filho vem da conversa amiga e paterna , ensinando os valores morais e etc .

charles disse...

Temos que reduzir esta maioridade penal para 12 anos. É urgente. Todos os dias vemos na mídia menores de 12/13 anos estuprando e matando inocente, alem de participarem ativamente do tráfico de armas e de drogas. Tudo isso às claras, pois a polícia nada pode fazer a respeito, pois a Lei protege demasiadmente esse tipo de marginais.

Aparício Medeiros disse...

Já que o autor deste texto está contra a redução da maioridade penal, então sugiro que ele batalhe pelo aumento desta maioridade para...60 anos. Que tal. Seria bem melhor!!!! Inconsequente. Alienado. Procure abrir os olhos enquanto é tempo...

Borboletas nos Olhos disse...

Acho um pouco grosseiro a pessoa chegar no blog da outra pessoa já xingando...Agora considero mesmo é total burrice e insensibilidade chegar postando a favor da redução da maioridade penal (se é pra ser grossa, também sei ser). Enfim, mantenho minhas palavras anteriores:
Me dói fisicamente ver este assunto em discussão. Não sou do time que acredita que as crianças são anjinhos (até porque li Freud) mas justamente por isso sei que é uma irresponsabilidade e uma barbárie culpabilizar crianças pelas falhas estruturais e psicológicas do nosso sistema. Não à redução...
E explico mais: quem não entende de desenvolvimento psicossocial devia refletir mais um pouco antes de sair atirando pedra. Eu acho covardia bater em menor, em mais fraco, em quem não pode argumentar...

Contra a Maré disse...

kkkkk Fico feliz com os cometários. Todos eles. Contudo, quero destacar que apenas apresentei dados estatísticos. Nenhuma opinião foi colocada ainda. Teve a parte 1, que apresentei a pesquisa do Senado e iniciei o debate. Na parte 2 apenas apresentei dados, nada mais, nem os comentei rsrsrs. Parece que eu deveria ter comentado, ou não né? kkkk Bem, mas vim aqui só dizer que ainda não opinei, só apresentei dados, nada mais. Porém é ilustrativo como a apresentação de dados sem comentários já parece que sou contra. Lutar contra estatísticas sempre é difícil... eu sei. Vamos ter calma que quando chegar no post 5 minha opinião será colocada.

Contra a Maré disse...

Vou tentar chegar mais rápido a última parte para que vocês possam achar bom ou ruim a minha opinião com alguma justiça rsrsrsrs

Liana disse...

Eu, hein... baixa logo pra 10 anos, que é um número redondo...

Ah, meu argumento é fraco???