quinta-feira, 10 de junho de 2010

O Futebol

Não recordo-me de já ter falado aqui sobre o porque do futebol ser o que é. Mesmo assim, correndo o risco de falar tudo de novo, vou às minhas reflexões com gana.

Das coisas fantásticas do futebol, penso que uma das maiores é ele ser simples. Tem regras simples e claras, objetivo visível. É muito fácil entender, qualquer pessoa que assista um único jogo de futebol, desde que tenha interesse e receba as explicações básicas do amigo ao lado, vai entender o jogo. É possível que a pessoa em questão, não veja graça, mas ela vai entender como é o jogo.

A segunda coisa fantástica que eu acho é o futebol ser barato.
- "Barato? E os milhões dos salários e contratos?" pode alguém pensar.
Essa montanha de dinheiro é o futebol negócio, profissional. Praticar futebol é barato. Basta ter um número par de jogadores, uma área livre e uma bola. E às vezes nem bola. Basta uma meia velha recheada de jornal, uma tampinha de garrafa, uma bolinha de frescobol... As traves fazemos com dois tijolos, dois cocos, dois gravetos, duas chinelas havaianas... Joga-se na grama, na areia, no cimento, no molhado, no sol, de noite, na chuva... o futebol não exige.

Além de sua característica coletiva, o melhor aspecto fora de série é que o jogo é imperativamente democrático. Jogam escuros, claros, orientais, árabes, índios, ricos, pobres, feios, bonitos, altos, baixos, homens, mulheres, jovens e idosos. Temos craques baixinhos como o Romário, e craques altos como Sócrates. Não há um biotipo que impeça a pessoa de jogar e todas as diferenças proporcionam vantagens específicas.

Jogam cegos, amputados, bobos e espertos, de pernas retas ou tortas, sabendo ler ou não, idepende do credo ou ideologia, o Futebol acolhe a todos sem distinção.

Futebol é lindo!

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Sim, o futebol é lindo! E como eu torci pra aquela bolinha da Africa do Sul entrar, õ trave malvada!

Borboletas nos Olhos disse...

Começou a Copa: Argentina 1 X 0 Nigéria, mas que jogo...