segunda-feira, 17 de maio de 2010

Eragon - Eldest - Brisingr

"O Dragão não era maior que seu antebraço, porém era magnífico e nobre. As escamas dele eram de um azul-safira forte, da mesma cor da pedra. E ele percebeu que não era uma pedra, era um ovo. O Dragão bateu as asas. Eram elas que fizeram-no parecer tão distorcido. As asas eram muito mais compridas do que o corpo e guarnecidas de dedos finos, com ossos que se esticavam da borda dianteira da asa, formando uma linha de garras bem separadas. A cabeça do dragão era mais ou menos triangular. Duas pequenas presas brancas diminutas, curvadas para baixo, despontavam de sua mandíbula superior. Pareciam ser muito afiadas. Suas garras também eram muito brancas, como marfim polido, e ligeiramente serrilhadas na curvatura interna. Uma fileira de pequeno espinhos descia pelas costas da criatura, desde a base da cabeça até a ponta da cauda. Uma depressão, onde seu pescoço e seus ombros se juntavam, criava um vão maior do que o normal entre os espinhos." (Livro1 - Eragon)

P.S. Comprei os três livros pensando que eram tudo que havia. Comecei a ler o 1º achando muito infantil. Terminei o 3º e fiquei puto porque não lançaram o 4º livro ainda kkkk Eu não me entendo!

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Se você conseguir se entender, depois arruma um tempinho pra me entender e me conta depois tá?

Contra a Maré disse...

Tá.