terça-feira, 12 de abril de 2011

O time do Povo! O time dos Favelados! O time dos Negros!

O Vasco lançou recentemente seu terceiro uniforme, uma bela camisa (sem duplo sentido) com alusão ao fato de ter sido o primeiro time carioca a admitir negros.
Parabéns pela iniciativa comemorativa.
Louvo o fato histórico mas lamento ter sido pelos motivos errados.

Explico; para quem sabe um pouco mais de história é reconhecido que essa glória inegável é até certo ponto controversa. Tudo porque eram tempos de amadorismo ideológico e as ondas de profissionalismo insuflavam os mais diversos debates no ambiente do Futebol.

E o que isso tem a ver?

Ora, era acordo geral que os clubes cariocas que o futebol era e deveria permanecer amador.
Nesse cenário, os portugueses, hegemônicos no segmento de padarias, na falta de grandes jogadores brancos, reconheceram, daí seu mérito, o talento de diversos negros e os empregavam nas padarias e os liberavam integralmente para treinar futebol. Desse modo o Vasco dava um passo importante para a afirmação negra no esporte e avançava no processo modernizador do futebol, ao realizar o que a imprensa da época chamou de amadorismo marrom (depois repetido por outros clubes). Só que isso foi feito burlando um acordo formal entre os clubes. Na prática o Vasco ludibriou os co-irmãos ao não preservar o amadorismo no futebol.

Resumindo, parabéns para o Vasco pela lembrança, parabéns pelo fato, mas a falta de palavra não foi bonita. Contudo o nosso eterno vice não abriu o clube para os negros e brasileiros, nem abriu espaço de respeito aos negros, outrossim, os utilizou como instrumento. Basta refletirmos que o o primeiro presidente do Vasco que não era português ou descendente foi o famigerado Eurico Miranda (eles ainda afirmam ter eleito um presidente mulato em 1904, mas já vi mais gente contestar que afirmar isso).

O resultado disso é que a preferência dos negros cariocas não é dirigida ao time da colina e sim ao mais querido, ao meu Mengão!!! E não só dos negros e sim das minorias e das maiorias e de norte a sul!

12 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro clubista.
O Vasco não comemora fato de ter sido o 1º clube a aceitar negros. Bangú,Pelotas e Ponte Preta tiveram cada um deles, um negro em seu elenco antes.
Porém o vasco revolucionou ao ter entre seus jogadores,12 negros.repito 12.
Foi campeão carioca de 23 e 24 com times formados por maioria negra.
Isso causou inveja em seus rivais, inclusive o Bangú (citado como o precursor). Tanto é que o Bangú não se absteve de votar contra a particiação dos negros vascainos.
Seu flamengo e os demais times literalmente jogaram o vasco conta a parede e esse não temeu.
Enfrentou a tudo e a todos.
Construiu seu estádio com dinheiro captado junto a torcida, o maior da américa do sul na época.
A Alardeada torcida do Fla nunca construiu sequer uma cabana de palha pro flamengo.
Fora isso,tivemos um presidente mulato ainda em 1904, Ou seja;antes de qualquer clube ter ter um jogador negro, já tinhamos um presidente negro.
Vasco é povo, é zona norte enquanto o Flamengo é zona sul é midia.
Além disso fomos o único clube Brasileiro a participar da 2º guerra mundial formando 10 mil praças e abrindo as portas de são januário pra cruz vermelha internacional.além é claro de fornecerde 2 aviões e reformar e um cuzador torpedeiro para a FEB.
Vasco é história, é o primeiro clube a profissionalizar jogadores é o primeiro clube do mundo a conquistar um continental.
Não têmos cupa se o fato mais marcante da história do Flamengo foi nos ter passado pra trás quando do concurso de maior torcida da agua salutares.
Quem tem história conta, quem não tem desmerece a história alheia.
TODOS OS TIMES POSSUEM HISTÓRIA, MAS A HISTÓRIA POSSUI O VASCO.

Anônimo disse...

eu quero mais é que você se fodaaaaa hauahuah vascooooooooooooo ihu

Anônimo disse...

Seu mulambo filho de uma puta, tomou bem no meio do cú né?! A história do Vasco e suas conquistas é maior que esse seu time de merda.

Anônimo disse...

Mulambo imundo, tomou no cú!

ericksoncerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Seu time foi contra os negros na época, e vc chama ele de time dos negros? Negro não é bandido! vc tá confundindo as coisas!

Contra a Maré disse...

Agradeço aos Nobres Vascaínos pela presença e comentários no Contra a Maré. Vocês sempre serão bem vindos. Apesar do Contra a Maré fechar com o certo, sendo Flamengo até depois da morte, fico feliz em aprender com os senhores e reafirmar algumas idéias que possuo. Peço desculpas pelos comentários sem nível, o que demonstra o "nível elevado" da torcida lusa do nosso eterno vice.

Contra a Maré disse...

Quanto ao comentário primeiro, merece respeito e reflito:

- Agradeço as informações sobre Bangú, Pelotas e Ponte Preta, provando que nem neste aspecto o Vasco é pioneiro.

- Quanto a afirmação do presidente continuo na mesma. A origem mulata do filho de português que foi presidente do Vasco era negada à época. Portanto é uma glória tardia, só assumida décadas depois do feito.

- É mérito inegável do Vasco ter aberto as portas do futebol carioca aos negros. E reafirmo o que disse, pelos motivos errados, coisa que também não foi discutida pelos vascaínos.

- Sobre o estádio da Colina, histórico, merece parabéns, mas quanto a torcida ter construído o estádio não é nada incomum, visto que os portugueses eram, ainda a maior parte da elite econômica carioca, desde o império.

- Quanto a afirmação de que "A Alardeada torcida do Fla nunca construiu sequer uma cabana de palha pro flamengo" é uma inverdade. O Flamengo possui estádio, embora bem menor que o do Vasco, que foi cedido pelo Clube a Prefeitura em prol do bem comum, sob promessa de que um novo estádio seria construído. Coisa que nunca aconteceu. Corroboro com a idéia de que o fato de não termos um estádio é inadmissível.

- Quanto a história do apoio Vascaíno a ditadura Vargas à época da segunda guerra mundial concordo plenamente com a narrativa de seus feitos e afirmo que o Mengão nunca apoiou ditadura nenhuma.

- O Mais Querido, desde o concurso da Água Salutares representa muito bem o nosso espírito brasileiro. Enquanto os Vascaínos, como de costume, tentavam ludibriar as regras... ôh mania feia... comprando águas para as pessoas participarem do concurso os rubro-negros usaram o feitiço contra o feiticeiro.

- A história do vasco merece crédito, na exata sua exata medida. Conta agora como é jogar a segunda divisão meu querido... Nós não temos nenhuma idéia de como é isso

carlos disse...

Não há como o futebol para elevar o nível hehehe

Contra a Maré disse...

Nivelou...

Anônimo disse...

E A MULAMBADA MAIS ANO SE SALVOU DO REBAIXAMENTO,DESSA VEZ COM AJUDA R$$$$$ DO PRESIDENTE DA PORTUGUESA E DO STJD,E QUANTO A 'VICE' SE FORMOS FALAR DISSO VOCÊS SERÃO OS MAIORES VICES DENTRE TODOS OS CARIOCAS,VOCÊS PLANTARAM ESSA MENTIRA,MAIS QUEM CONHECE DO ASSUNTO SABE "FLAMENGO" O TIME COM MAIS VICES DENTRE OS CARIOCA,KKKKKKKKKKKKKKK.

Contra a Maré disse...

Exatamente, o campeão de Vices no Carioca é o Flamengo e o Vice dos Vices, quem diria, é o Vasco.