domingo, 28 de março de 2010

A interminável lista de adesivos "cristãos"

Ontem passei por um Peugeot que possuia esta pérola no vidro traseiro:

"Quando Deus quer, é assim"

Fazendo uma clara alusão a posse do veículo, novinho. Aí fico a pensar coisas... Quando Ele quer... Ele tornou-se um banco? Que distribui suas bençãos em generosos depósitos bancários? A quantidade de dinheiro que a pessoa possui (seu poder aquisitivo) é diretamente proporcional a pureza da alma? Não seria o momento de começar a Canonizar a lista dos 50 mais ricos do mundo? Fico imaginando quanto dinheiro ganharia Gandhi!

E para finalizar o post enjoado do dia (passo séculos para vir e quando venho é para criticar algo, eu sou chato pacas):

Será que as pessoas que são pobres e andam de ônibus lotado são ruins? É castigo? Deus só quer o bem dos "por Ele" abençoados com dinheiro? Definitivamente eu não entendo mais nada do Cristianismo, porque para mim, Jesus veio a terra num pedaço de terra absurdamente pobre, seco e esquecido. Pregou a igualdade e tolerância. Dividia o que tinha. Pregou aos mais pobres dos Judeus e só foi a Jerusalém, que era o ápice da riqueza local (e que, mesmo assim, era quase miserável comparada a Roma), para arrumar uma confusão e ser crucificado.

Que Deus nos perdoe a todos, Amém!

2 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Amém. Saravá. E tudo mais...se a logica for essa, tenho dias da mais estrita pureza (que não revelarei aqui porque além de pura sou modesta, rsrsrs) e dias jogada no antro da perdição e filiada ao pecado (quando as contas apertam no fim do mês e me vejo submetida a miojo com ovo)...

PS. prefiro você presente e mau humorado que ausente. Tenho dito.

Aline disse...

Eu ein! Concordo com tudin. Serve tb praqueles adesivos "foi Deus quem me deu".